Blog

21 Maio, 2020
Sinais e sintomas de conjuntivite alérgica estão a aumentar após o desconfinamento
por Clínica Oftalmológica | Superfície Ocular

As condições ambientais e a baixa exposição a alergénios durante o confinamento estão a fazer com que haja mais casos de conjuntivite alérgica do que noutros anos.


Com a desconfinamento gradual, muitas pessoas (com alguma particularidade nas crianças) notam sintomas como comichão ou ardor ao nível dos olhos.


É necessário tomar medidas de segurança, como não tocar nos olhos, pois o Covid-19 pode manifestar-se inclusive pelos olhos.


As sucessivas ocorrências de chuvas intercaladas com calor desde fevereiro, além da menos poluição ambiental causada pela interrupção da atividade laboral, tem demonstrado que nesta primavera temos mais casos de conjuntivite alérgica do que em outros anos menos quentes.
Durante os dias de confinamento, menos exposição a alergénios evitou as piores consequências para quem sofre de alergias. Mas com a desconfinamento gradual, muitas pessoas começaram a ter sintomas, que se tem vindo a intensificar.



Como diferenciar uma conjuntivite alérgica de uma viral?


Na conjuntivite alérgica geralmente teremos olhos vermelhos e, acima de tudo, um sintoma fundamental, comichão. Também pode ser acompanhado por outros sintomas extra-oculares, como prurido nasal.


Uma conjuntivite viral também significa olhos vermelhos, afetando de igual forma os dois olhos. No entanto, geralmente causa muita inflamação e o sintoma é geralmente semelhante a que se tivéssemos areia nos olhos, por vezes, acompanhado de febre e desconforto nas amígdalas.


Como prevenir alergias oculares?


Antes de tudo, precisamos detetar e especificar a que somos alérgicos e tentar evitá-lo. Se isso não for possível, devemos tomar medidas higiênicas extremas, como não tocar nos olhos e lavar as pálpebras e os cílios com água e sabão sem entrar em contato com os olhos. Algumas medidas também são de especial importância para a prevenção do contágio do Covid-19 .


Deve consultar um oftalmologista quando os sintomas persistirem e causarem desconforto, pois existem medicamentos eficazes. Além disso, é importante que, quando o desconforto for acompanhado por uma súbita perda de visão, grande inflamação ou dor nos olhos, seja necessário ir a urgência o mais rápido possível.

0 comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

© 2019 Clínica Oftalmológica Dr. Avelino Resende | Política de Privacidade

Desenvolvido por O Carapau Criativo, 2020