Miodesópsias “Moscas volantes”

INÍCIO / especialidades / retina / miodesopsias-moscas-volantes

O que é

O seu aparecimento é um possível sinal de alarme de uma doença da retina.

Com a idade, o vítreo torna-se mais liquefeito podendo originar pequenas opacidades, cuja tradução sintomática são as miodesópsias, sendo ocasionalmente percetíveis para alguns ou muito incomodativas para outros.

São também chamadas “moscas volantes” aos quais se movimentam com os movimentos oculares, aparecendo no seu campo visual, especialmente quando olham para um fundo liso, como uma superfície de cor branca ou com muita luz.

Embora pareçam estar a frente do olho, na realidade flutuam no humor vítreo e se projetam como sombras à frente da retina.

Geralmente são de pouca importância e correspondem a processo de envelhecimento.

Em algumas ocasiões, o vítreo pode se separar da retina, provocando rasgaduras ou mesmo hemorragias no olho. Se esta rasgadura, não for tratada, pode dar lugar a um descolamento da retina.

Tratamento

... aprender a conviver com as miodesópsias, utilizando algumas estratégias como não perseguir ou focar as manchas com o olhar, evitando olhar para superfícies muito claras, mas sim para zonas com cor.

Perguntas Frequentes

O descolamento posterior do vítreo é um processo comum à medida que a idade avança, já que com os anos, o humor vítreo tende a se deteriorar. Como consequência, se contrai e perde a sua textura gelatinosa até se separar espontaneamente da retina.

Os principais sintomas são o aparecimento de moscas volantes ou pontos negros que se movem a volta do olho e a fotopsias ou relâmpagos, cuja intensidade pode prolongar por vários períodos, podendo diminuir com o tempo.

Geralmente, não há tratamento já que não se consegue reverter o processo porque o vítreo perde a sua consistência, sendo necessário ser observado pelo oftalmologista para exclusão de uma possível rasgadura, buraco ou descolamento da retina.

As moscas volantes movimentam-se com os movimentos oculares, aparecendo no seu campo visual, especialmente quando olham para um fundo liso, como uma superfície de cor branca ou com muita luz.

Podem ter pouca importância, embora em algumas ocasiões pode provocar rasgaduras ou hemorragias, dando lugar a novas miodesópsias ou ocasionalmente a descolamento da retina.

Podem ser, se ao ser observado constatarmos que vemos uma rasgadura da retina por exemplo.

Uma rasgadura na retina é sempre um problema sério e potencialmente grave, já que pode levar a um descolamento da retina.

Perguntas Não Frequentes

A hialosis asteroide ocorre acima dos 60 anos com predomínio do sexo masculino e unilateral.

Tem uma prevalência de 1-2% na raça caucasiana

Geralmente assintomática, pode ocasionalmente originar uma diminuição ligeira da acuidade visual que não se correlaciona com a densidade das opacidades.

Ao fundo ocular observam-se múltiplas opacidades amarelo-esbranquiçadas, suspensas no vítreo, acumuladas inferiormente inicialmente e dispersas no vítreo nos casos mais avançados.

São compostos por lípidos e cálcio, suspensos ou ligados ao ácido hialurónico, contido no humor aquoso.

A maioria dos casos não requer tratamento.

Está associado a diabetes mellitus, hipertensão arterial, dislipidemia e arteriosclerose.

Vitrectomia esta indicada quando causa diminuição da acuidade visual.

Carateriza-se pela acumulação de múltiplos cristais esbranquiçados, refráteis, muito móveis, de tamanho variado.

São compostos de colesterol e por células hemáticas degeneradas, localizando-se sobretudo no vítreo inferior e na retina.

Capacidade de migração dos cristais para a câmara anterior em pacientes afáquicos.

Esta associada a descolamento da retina de longa duração, retinopatia diabética e hemovitreo após traumatismo ocular.

© 2019 Clínica Oftalmológica Dr. Avelino Resende | Política de Privacidade

Desenvolvido por O Carapau Criativo, 2019